31 de dez de 2012

29 de dez de 2012

Super Mega Promo de Natal!


Tcharam, tcharam, tharaaaaaaaaaaam!!!

Eis que hoje lançamos a nossa Super Mega Híper Promo de Natal de Autores Nacionais - parceiros, amigos e colegas de infortúnio nessa profissão tão pouco valorizada no nosso país!

Pois, então, vamos logo ao que interessa:

Serão sorteados, no dia 05 de janeiro de 2013, 10 livros de 9 autores nacionais e 1 estranja. Esse pacotaço de 10 livros irá para 1 participante muito, muito sortudo!

Para concorrer é muuuito simples:

Basta seguir os blogues de cada um de nós, autores que estarão sorteando os livros, e colocar nossos livros na sua estante no Skoob.

Não é fácil?

É muito facil!

Então, quem Somos Nós?

É Euzinha (Pat Kovacs), a Camila Palmeira, a Jossi Borges, a Simone Marques, o Cesar Soares Farias, a Kamila Borges, a Adriana Aguiar, a Bruna Longobucco e o Ronaldo Luiz de Souza. Ah, tem o John Grishan também! Ele ficou sabendo da nossa promo em última hora e implorou para entrar no sorteio, então abrimos essa vaguinha para ele, hehe.

Segue abaixo as coordenadas para participar da nossa Hiper Mega Super e Lindona Promo de Natal ;)

Espero que curta... e participe, claro!

Bjins!

 
Regras obrigatórias:

* Possuir endereço de entrega no Brasil.
* Seguir Publicamente TODOS os Blogs.
* Add os livros no Skoob!
* Comentar no post da promoção confirmando sua participação.
(Não precisa ser em todos os blogs... Apenas em um deles.)

Meus amores, está promoção terá chances iguais para todos!! Sem TW e Face!!
Só seguir os blogs e add no Skoob!!

 LEIA ATENTAMENTE AS OBSERVAÇÕES ABAIXO:

1. Basta seguir as regras obrigatórias através do Rafflecopter.
2. O ganhador terá 3 dias para responder o e-mail que lhe será enviado ou um novo sorteio será realizado.
3. Não nos responsabilizamos pelo pagamento de um segundo frete caso o livro retorne por qualquer motivo.
5. Cada blog será responsável pelo envio do seu livro e terá até 30 dias para enviá-lo.
6. A promoção inicia hoje, dia 03/12 e termina no dia 05/01/2013.
7. Os nomes dos ganhadores serão divulgados no dia 06/01/2013.

26 de dez de 2012

Ressaca Natalina

Há muito cheguei à conclusão de quanto maior é o feriado, maior é também a vontade de nunca mais retornar ao trabalho!

Agora, junta isso a um feriado tão importante quanto o Natal...

Reeessaaacaaa!

E, daqui alguns poucos dias, outro feriadão de mesma conotação: Revéillon!

Se já não me bastasse o achismo de que nessa época deveríamos entrar em recesso e só voltar em março, depois do Carnaval.

Mas, como não sou alto funcionário público, nem profissional liberal, nem alguém com grana para trabalhar quando e onde quiser, tô eu aqui no trampo.

Não sou contra o trabalho, muito pelo contrário. Acredito piamente que o trabalho realmente engrandece o ser humano. Sou contra essa escravidão disfarçada de trabalho justo e remunerado. Sou contra desperdiçarmos todas as horas de nosso dia e todos nossos dias de nossa semana com um trabalho que, muito mal, apenas paga por nossa sobrevivência. Sim, sou muito contra isso.

Sou contra o trabalho por sobrevivência. Sou contra o trabalho por obrigação e sem prazer.

E é esse trabalho disponível para a maioria de nós.

O mundo certamente seria bem melhor para todos se pudéssemos executar aquilo que sentimos afinidades e pelo qual temos alguma vocação.

Porém, neste mundo do comércio dos diplomas, isso é impossível. E neste mundo que elitiza profissões, dando profissionais errados às profissões erradas.

Enfim, gostar não é querer; querer não é poder; poder não é coseguir.

Boa ressaca pós-Natal!

22 de dez de 2012

Natal e seus Símbolos



Houve uma época em que as comemorações do Natal duravam até 12 dias! Dá para acreditar?

Pois é. Essa época foi na Antiguidade. A duração de 12 dias se dava por ter sido o tempo que os três Reis Magos (Melquior, Baltazar e Gaspar) levaram para chegar à Belém, levando os simbólicos presentes ao Menino Jesus: ouro (que significava a riqueza), mirra (que significava a pureza) e incenso (que simbolizava a fé).

Nem sempre, também, a comemoração do Natal ocorreu no dia 25 de dezembro. Essa data foi estipulada no século 4. Essa data, ou melhor dizendo, esse período pertencia às comemorações ditas pagãs das Eras pré-cristãs, como as Saturnálias, festival romano em honra ao Deus Saturno, representando a morte e o renascimento. Era um festival que celebrava o Solstício de Inverno (período de grande importância a todos os povos antigos, que prevalece ainda hoje em alguns países), representando o final do ano velho e início do ano novo.

Como o Solstício de Inverno é tido sendo o "Renascimento do Sol", e muitos Deuses da Antiguidade tinham suas homenagens nessa época, a Igreja se aproveitou do fato para homenagear o seu próprio Deus-Sol, Jesus de Nazaré.

Árvore de Natal

As árvores, para os povos antigos pré-cristãos, sempre foram de grande simbolismo, consideradas até representações de divindades. Seu culto (a Fitolatria) e simbolismo estão presentes em várias civilizações: egípcios, gregos, germanicos, judeus, escandinavos, africanos etc.

Quando chegava a época do Solstício de Inverno, os povos dos Países Balticos (Lituânia, Letônia e Estônia), escolhiam um belo pinheiro na floresta, cortavam, levavam para dentro de suas casas e o enfeitava. Essa tradição foi absorvida pelos germânicos. A primeira Árvore de Natal oficialmente criada para esse fim, foi montada em 1510, em Riga, na Letônia.

A prática de montar uma Árvore de Natal faz parte das tradições católica, protestante e ortodoxa. Há, inclusive, uma versão sobre a criação da árvore natalina na sua concepção moderna por Martinho Lutero, o Reformista e preconizador da Reforma Protestante. Martinho Lutero, personalidade de grande sabedoria, deveria ter sua história estudada pelos evangélicos, para compreenderem a verdadeira essência do Protestantismo, tão deturpada hoje em dia por mentiras e abusos.

"Se eu soubesse que o mundo acabaria hoje, plantaria uma árvore."

Presépio

Em 1223, o primeiro presépio foi montado em argila, por São Francisco de Assis. E, nesse ano, ao invés de celebrar o Natal dentro da igreja, o Santo o celebrou na floresta, onde montou o cenário simbólico do nascimento de Jesus, como uma forma didática de explicar o cristianismo aos camponeses. A ideia se espalhou e passou a ser utilizada também nas igrejas, mosteiros e catedrais, se expandindo para fora dos prédios santos e adentrando as casas e castelos de nobres e reis da Idade Média, até se popularizar no século 18 e se espalhar por toda a Europa e, daí, para o mundo cristão.

Os elementos que compõe o presépio são: Menino Jesus; Virgem Maria; São José; gruta ou curral (que é o local, simbolizando a simplicidade do nascimento do Cristo, que não veio em palácios ou casas ricas); manjedoura (que é o comedouro dos animais, feito de berço ao Menino); jumentinho e/ou vaca (mostrando que o Messias nasceu entre os animais, os mais humildes e serviçais ao homem); Anjos (os anunciadores do nascimento do Messias); pastores (que representam o povo, o homem humilde, para o qual nasceu Jesus); Estrela de Belém (a estrela anunciadora que guiou os três Reis-Magos); os três Reis-Magos, em sentido de adoração.

Papai-Noel

Ao contrário do que dizem as lendas de internet, Papai Noel ou Pai Natal (para os portugueses), não é uma criação da Coca-cola. Há estudiosos que atribuem essa personagem mítica ao arcebispo Nicolau Taumaturgo, nascido em Mira, na Turquia, em 280 d.C. Foi tornado santo pela Igreja Católica, após comprovação de vários milagres em seu nome, e seu dia de comemoração é o 6 de dezembro. A popularização de São Nicolau como símbolo natalino se deu na Alemanha, daí se espalhando para o mundo cristão.

Essa figura moderna de Papai Noel é atribuída ao cartunista Thomas Nast, que criou a imagem como hoje a conhecemos, publicada na revista alemã Harper’s Weeklys, em 1886. Porém, em 1931, a Coca-cola utilizou a figura idealizada por Nast em uma campanha publicitária, na intenção de promover o consumo do refrigerante também no inverno, época de piores vendas para a companhia. A campanha foi um sucesso e acabou popularizando ainda mais tanto a bebida quanto o Bom Velhinho.

A residência oficial de Papai Noel fica nas montanhas de Korvatunturi, na cidade de Rovaniemi, na Lapônia, Finlândia. O endereço é esse, caso queira enviar sua cartinha no ano que vem:

Santa Claus 
FIN-96930 Arctic Circle 
Rovaniemi - Finlândia 

No Brasil, há a "Casa de Veraneio" de Papai Noel em Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro. E em Gramado, no Rio Grande do Sul, há a Aldeia de Papai Noel, que recebe visitantes de todo o país nesta época.

Mesmo nesses tempos modernos de jatinhos particulares, o Velho de Vermelho ainda parece preferir o trenó voador como principal meio de transporte. Mas seu trenó apenas tem a capacidade de voar por causa das 9 renas mágicas: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago.

É isso aí, pessoal!

 

20 de dez de 2012

E-book de Contos Natalinos

Para comemorar o Natal de 2012, a Jossi Borges teve uma ideia muito legal (aliás, como de costume, rs). Ela inventou de fazer um livrinho de contos natalinos e me convidou para colaborar.



O ebook tem 4 continhos de Natal, sendo que o primeiro é "A Menina dos Fósforos", de Monteiro Lobato, que inspirou a Jô a escrever o conto seguinte, "A Menina das Luzes", pois ela queria dar uma final mais feliz para a criança pobrezinha da história de Lobato.

O conto a seguir é de minha contribuição, feito nas carreiras (sorry!), mas que acabou sendo uma homenagem ao Poeta Casimiro de Abreu e à minha Cidadezinha do coração, Barra de São João.

Trata-se do conto "Três Cantos" (título de uma Poesia de Casimiro de Abreu), e fala de Amor, Saudade e Esperança, num romancezinho adolescente entre Joshua, um garoto de cidade grande, e Miriam, um menina do interior litorâneo do Rio de Janeiro.

Por último, fechando a antologia, o conto "O Presente do Saci", numa história bem brasileira em que os primos Carissa e Felipe vão enfrentar as traquinagens do Saci Pererê em plena noite de Natal!

Enfim, são 4 continhos leves e despretenciosos que fizemos com muito carinho para presentear a todos os amigos. Não é necessário enviar email ou participar de alguma promoção para ser sorteado. Você poderá ler online ou baixar e ler no seu pc, celular, tablet ou, até mesmo, imprimir... basta clicar aqui ;)   

Ah, e tem mais! Todo o livrinho é ilustrado com lindas imagens vintages, para relembrar os antigos natais do início do século 20 ^^

Esperamos que curta bastante, apesar da simplicidade do presente.

Boa Leitura & Bom Natal!

Eu & Jossi - Só não somos assim tããão magrinhas XD~


19 de dez de 2012

O extermínio e a nossa responsabilidade


Quantos heróis anônimos padecem todos os dias, lutando por uma causa que pode estar mesmo perdida? Quantos são assassinados por defenderem o que é certo, por tentarem evitar que tragédias como desmatamentos e envenenamentos do solo, água e alimentos (que nós consumimos) aconteçam?

Pessoas que lutam por um bem maior de todos são exterminadas todos os dias. Pessoas que, mesmo sob ameaças, continuam impondo-se contra os mandos e desmandos de uma minoria que apenas visa o lucro farto e desenfreado. Essa minoria, os "coronéis" dos tempos modernos, querem e conseguem muito dinheiro através dos meios mais absurdos e destrutivos. Eles realmente não se importam se para isso terão que destruir toda a Terra ou matar pessoas ou mesmo uma comunidade inteira. Não. Esses "coronéis" são grandes e poderosos, são bem protegidos por um Estado corrompido, amparados por um Estado omisso.  Pisam e estraçalham quem e o que estiver no caminho para seu progresso podre e assassino.

O porquê desta postagem, justamente às vésperas de um dia tão especial quanto o Natal?

Agora pela manhã li um artigo do site Anonymous Brasil, intitulado "Extermínio de ambientalistas é promovido impune e livremente pelo poderio ruralista do país". Recebo diariamente a atualização do site, por email. Lendo, não pude deixar de lembrar os milhares de heróis anônimos que são mortos ou estão marcados para morrer, tudo porque eles defendem a vida!

Chico Mendes e Dorothy Stang são apenas dois nomes que se tornaram mais conhecidos de nós. Foram mortos covardemente, por criaturas sub-humanas que não são gente, que sequer consideraram as rugas e cabelos brancos da Irmã Dorothy. Esses sub-humanos matam sem remorsos, muitas vezes com requintes de crueldade, como foi com a família do ambientalista Dionísio Júlio, morta com golpes de foice!

Fazem isso a pessoas, certamente jamais terão qualquer compaixão por plantas e animais - destroçarão da pior e mais dolorosa forma possível, sempre que tiverem oportunidade.

Belo Monte e ameaça de suicídio coletivo de pessoas dos Guaranis-Kaiowás são os assuntos que mais ouvimos falar até algum tempo atrás. São novos holocaustos a caminho e tudo que há por trás disso é a ganância voraz e desenfreada. E, uma vez que tudo no nosso universo está intimamente interligado, também temos a nossa parcela de responsabilidade, às vezes muito maior do que podemos supor!

Ser vegetariano ou, num nível mais hard, ser vegan, é uma das soluções que se apontam para impedir o holocausto ambiental. É uma pena que esse assunto esteja sendo estipulado de forma agressiva, causando uma cisão moral entre "quem come carne" e "quem não come". E não é esse o caminho.

O Vaganismo, que é a atitude extrema de não-uso do ser animal em nenhuma circunstância, parece uma ideia extremamente radical, mas só o é porque vivemos uma época de extremismos radicais. Ao quebrar a cadeia comercial (produtor - comerciante - consumidor), o negócio entra em falência. E nessa cadeia comercial, o elo mais forte, mais importante, o topo da pirâmide, é o consumidor - somos nós!

Por nós, que consumimos o animal, seja em forma de alimento, vestuário, entretenimento, cosmética etc, a Natureza inteira padece: terras, rios, florestas, ar, fauna e flora. Por nós, os consumidores, criaturas vivas são submetidas a infernos que nós, tão distantes deles, apenas podemos tentar imaginar. E, numa última instância, pessoas estão sendo barbaramente assassinadas porque estão lutando contra os dois outros elos dessa cadeia comercial: o produtor e o comerciante. Afinal, a razão destes dois existirem somos nós, que consumimos seus produtos obtidos de forma macabra, levando dor, desespero e destruição a toda uma cadeia de vida que tem tanto direito de estar aqui como nós: pessoas humanas e animais; florestas, plantas e árvores; o solo que é o útero da Terra; as águas que são a fonte da existência de todos nós; o ar que não podemos viver sem por mais que alguns minutos, até se sufocar e morrer por falta dele.

Eu comecei essa postagem com uma intenção, mas, como sempre, o texto assumiu vida própria e mudou o rumo. E o tema se tornou assunto para outras postagens. Vamos falar de vida, de como manter a vida, vamos falar de veganismo.

A carne é gostosa? Sim. Um churrasquinho tem gosto de domingo à tarde, com os amigos e família. Mas não é justo para com o Mundo, fazermos toda uma cadeia de existência padecer horrores apenas para satisfazer as glândulas palativas, para andarmos bonitinhos com roupas e acessórios da moda de origem animal, para ficarmos mais enfeitados. Vamos conversar sobre isso numa postagem futura. Precisamos deixar este Mundo melhor, porque estamos aqui usufruindo temporariamente. Nós precisamos viver, mas tudo à nossa volta também tem esse direito

18 de dez de 2012

Resenha - A Loira Perversa, de Jossi Borges

Sinopse:
UM MITO URBANO... OU UMA REALIDADE INFERNAL?
Durante uma aula de Sociologia, Inaya e seus amigos ficam conhecendo um pouco mais sobre lendas – rurais e urbanas. E ficam sabendo que existem outros mitos mais modernos, além dos já conhecidos mitos do interior, como o Saci, o Curupira, o Boto e a Iara, por exemplo.
Um desses mitos lhes parece fascinante e assustador, ao mesmo tempo, o da Loira Fantasma. E segundo o que a mãe de Inaya contou-lhes, o mito pode ser muito mais real do que parece...
Kensuke, um jovem que trabalha numa empresa de informática, é na verdade um pesquisador do oculto e do sobrenatural. Um “caça-monstros”, como alguns clientes o denominam, embora ele deteste esse nome. E diante do pedido desesperado de quatro crianças, ele não pode recusar sua ajuda... Mesmo porque aquela assombração fascinante e terrível está de volta, trazida involuntariamente por Inaya e seus amigos. Resta saber agora se Kensuke e suas privilegiadas habilidades como caçador de monstros será suficiente para desfazer de vez a maldição da Loira Perversa, antes que ela recomece o seu fadário de criatura infernal, que semeia a loucura e a morte.

Este é o mais novo livro de Jossi Borges: um infanto-juvenil de terror, o primeiro volume da Série Kensuke e As Histórias da Meia-noite.

O primeiro volume de uma dezena... é o que espero!

Eu tive uma grande e maravilhosa surpresa ao abrir as páginas iniciais do livro, que me deixou estonteada!! Mas NÃO contarei do que se trata, hehe! Quando você adquirir a obra, vai descobri >:D

(Obrigada, minha irmã! Você me deixou muuuito feliz *-*)

A Série Kensuke & As Histórias da Meia-noite aborda o tema de Lendas Urbanas e Lendas Rurais. Das primeiras, que apenas começam a sugrir, são novas lendas criadas à partir de um novo mundo que se torna aço e concreto tecnológico. As segundas, Lendas Rurais, são mitos muito antigos criados por um mundo que vem desaparecendo a cada dia - o Rural. E essa Série tem como pano de fundo tais lendas e folclores.

Em "A Loira Perversa", o mito do fantasma de uma loira bonita que assombra os banheiros das escolas é o enredo em que se desenvolverá a aventura de quatro estudantes que buscam ajuda do "caça-monstros" Kensuke.

Tudo começa quando a Professora de Sociologia sugere um trabalho de pesquisa valendo nota, baseado nas Lendas Brasileiras. Inaya e seus amigos Alissa, Marianne e Fábio levam o assunto muito a sério e, ao invés de apenas se limitarem à pesquisa, eles querem vivenciar uma das lendas, a da "Loira do Banheiro". Para agravar a situação, Magda, a mãe de Inaya, é uma "sobrevivente" do encontro com a tal assombração, em sua própria época de colégio.

Só que... de mera lenda para assustar criancinhas, a coisa se mostra muito real! E o serviço de Kansuke é solicitado.

Quanto à capa, nesse estilo mangazão... fui eu que fiz ^^~*

MEU ACHISMO:

A leitura é leve e fluída, fácil e ágil, bem de acordo com a idade do público alvo. Porém, de forma alguma a narrativa é simplória ou o enredo é pobre. Não mesmo! A história é muito bem contada e, por ser uma série, tem mesmo cara de um episódio que bem poderia pertencer a algum seriado da TV paga.

Apesar de ser voltado ao público infanto-juvenil, há passagens tensas que dão um medinho, sim! E fiquei bastante ansiosa por ver o meu japinha gostoso Kensuke em ação! E acabei achando muito demorado a aparição dele, que só ocorreu lá pelo meio do livro.

Fiquei surpresa com o conhecimento da Jossi sobre Magia e intervenção no Plano Astral... pior que é assim mesmo que a coisa ocorre e é feita para "desmanchar trabalho" (apenas os nomes para isso são diversos).

Bem, sou suspeita em dizer o quanto a obra é boa. Primeiro porque me apaixonei pelo japinha caça-monstros desde que eu o "vi" no conto "Kappa, A Vampira". Depois disso, passei uns dois anos enchendo a Jossi para criar novas histórias com o personagem, daí que ela escreveu "Caçadores de Monstros", em que Kensuke enfrente o boitatá! Foi publicada na primeira antologia brasileira de Literatura Nacional escrita para o público infanto-juvenil, a "Poções, Encantos & Assombrações". E agora, finalmente, a Autora resolve criar uma aventura mais longa, dando a Kensuke uma publicação digna ao personagem: um livro próprio!

Só não gostei daquela Manu :P Que Jossi não se atreva a fazer dela o par romântico do Kensuke!

Dados Técnicos: 
Impresso 
R$ 27,67
Tema: Literatura Infanto-juvenil  
Número de páginas: 126
Edição:
1(2012)
Formato:
A5 148x210
Acabamento:
Brochura c/ orelha
Tipo de papel:
Offset 90g 
Onde comprar: http://www.clubedeautores.com.br/book/137682--A_Loira_Perversa

17 de dez de 2012

Resultado da Promo de Aniversário DoB

Ontem, domingo 16, foi realizado o sorteio da Promoção de Aniversário do Daily of Books, e a ganhadora dos livros "Raptores 2", "Tempo Paralelo" e "Romances em Fragmentos" (estes dois últimos em versão ebook) foi Kathlleen Kristine.

Parabéns, Kathy!

Os seus prêmios serão enviados após as festas de fim de ano, para evitarmos transtornos com os correios, que estão sobrecarregados nesta época.

E quem quiser conferir este resultado e os demais dos outros sorteios, acesse o link:

E se não foi desta vez que você ganhou, não se desanime! Se serve de consolo, eu também participei de vários sorteios desta promoção do DoB e também não fui sorteada em nenhum, ahsuaushasu XD

E não se desanime meeeesmoooo! Temos ainda vigente o sorteio de Natal que valerá um pacotão de 10 livros para 1 sortudão! Para participar, é só ver a primeira postagem do blog.

Mês que vem tem mais, porque mês que vem, no dia 3 de janeiro, é o Patriciado que estará fazendo o seu primeiro aninho \o/ E vamos ter que comemorar, claro!

E nos mês de fevereiro haverá dois eventos que pretendemos aproveitar e lançar sorteios em comemoração: Carnaval e St. Valentine's Day. Esses ainda não estão consolidados, mas as chances de acontecerem são grandes.

Então, mais uma vez, mantenha o ânimo e continue acompanhando o blog, para ficar sempre por dentro das novidades e promoções!

Parabéns a todos os participantes e minha gratidão!

Abraços!




15 de dez de 2012

PROMO - 1 ano do blog Daily of Books

O Blog parceiro Daily of Books, da Camila Palmeira, está completando 1 ano de existência neste mês de novembro. Então, para comemorarmos o aniversário do Blog, surgiu a ideia de se fazer uma mega promoção com todos os parceiros do DoB!

A Camila estará sorteando, juntamente com suas parcerias, vários livros. E o Patriciado, que também é parceirão, está participando dessa festa \o/

Estaremos sorteando, no final deste mês, o livro inédito, que ainda não foi lançado no Clube de Autores, "RAPTORES 2" mais os ebooks "TEMPO PARALELO" e "ROMANCES EM FRAGMENTOS", que serão cópias exclusivas para o ganhador da nossa promoção: irá dedicatória e o nome do sortudo na página de rosto do ebooks!

Para particpar e tentar a sorte é muito fácil: basta seguir publicamente o Patriciado e o Daily of Books, e valendo pontos extras, colocar na sua estante no Skoob os livros "Raptores 2", "Tempo Paralelo" e "Romances em Fragmentos". Depois de tudo isso feito, basta se inscrever no sorteio, que será no próprio Daily of Books!

E ae, vai perder uma promoção dessas?? Há mais de 10 livros sendo sorteados pelo Blog, aproveite e participe dos outros sorteios também! Afinal, uma mega promo dessas é só uma vez por ano ;)

Encerramento do Ano com Festa de Yemanjá

Fotografia de http://www.soteropoli.com/
Para o Povo da Umbanda, do Candomblé e simpatizantes, o Encerramento do Ano no Rio de Janeiro será neste sábado, à partir das 19h, na Praia do Leme.

Desde que o Revéillon na praia se tornou institucionalizado, ou melhor dizendo, comercial, as antigas e tradicionais giras que faziam suas homenagens à Yemanjá no dia 31 de dezembro ficaram proibidas. Porém, por ser uma tradição cultural do nosso povo, mesmo que religiosa, foi instituído um dia no mês de dezembro para que essas giras festivas ocorressem em datas móveis, isto é: não caem sempre no mesmo dia todos os anos, mas sempre no sábado da segunda semana de dezembro.

O Encerramento do Ano neste 2012 será agora, no sábado dia 15. Lá estarão presentes vários Templos e Terreiros, prestando suas homenagens não apenas à Yemanjá, mas a todos os Orixás, fazendo o Descarrego de Fim de Ano, pedindo bençãos para o ano vindouro, 2013, que será regido pelo planeta Saturno e pelo Orixá Obaluayê.

Uma coisa o prefeito Eduardo Paes fez de bom: no dia 30 de dezembro de 2011, decretou que as festas de Yemanjá nas praias são Patrimônio Cultural do Rio. Infelizmente precisamos de decretos e leis para nos salvar da ignorância, pois já houve tentativas de protestantes de embarreirar esses cultos.

Então, para nós, a coisa está garantida. Não é religião. É Cultura!

Nos vemos lá!

Decreto do prefeito Eduardo Paes, publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira, dia 30 (dezembro de 2011), declara como Patrimônio Cultural Carioca as festas que cultuam Iemanjá nas praias da cidade. O decreto lembra que o sincretismo religioso é uma forma de expressão da cultura afrobrasileira. Daí a necessidade de preservação da memória cultural com inscrição no Livro de Registro de Atividades e Celebrações.

Caberá ao Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural inscrever as festas em homenagem a Iemanjá nas praias do Rio como bem cultural de natureza imaterial.

Fonte: Portal da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

13 de dez de 2012

Homenagem - 100 Anos de Luiz Gonzaga

Ilustração de Willian Medeiros
Este ano muitas personalidades de relativa importância à Arte e Cultura do Brasil completam centenário de nascimento: Jorge Amado, Nelson Rodrigues, Amácio Mazzaropi e Luiz Gonzaga. E também um fato histórico, pouco ou nunca ensinado nas escolas, completa os seus 100 anos: a Guerra do Contestado.

Entretanto, hoje, esclusivamente, quem faz (ou faria, se ainda caminhasse por aqui) 100 aninhos é o Músico e Criador Musical (sim! depois explico!) LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO, ou simplesmente Gonzagão.

Nascido na cidade de Exu, interior de Pernambuco, o Rei do Baião, como é muito conhecido, recriou a música nordestina, projetando essa Cultura para todo o Brasil. Mesclou a música regional festiva com a religiosa do catolicismo; deu maior ênfase ao arcodeão, instrumento que vem desaparecendo juntamente com a viola por falta de "tocadores"; usou sua Arte para mostrar ao Brasil e Mundo os flagelos do Nordeste, a dura vida sem esperança do povo. Sim, Gonzagão usou sua música como protesto e como alerta, qualidades que vemos desaparecer na música e demais Artes hoje em dia, todas apenas se voltando ao "pão e circo".

Gonzagão, o Rei do Baião, que - à propósito – não era gigante apenas no apelido carinhoso a ele dedicado. Em seu longo reinado, o velho “Lua”, como também era conhecido, redimensionou o papel da sanfona na música brasileira, “inventou” a nação nordestina no mapa cultural ao alcançar sucesso nacional mesclando ritmos arcaicos com escalas modais litúrgicas oriundas das ladainhas religiosas, criou  um cancioneiro particular e encarnou personagens sertanejos que habitam nosso imaginário até hoje, entronizou nas classes média e alta gêneros populares como o forró, xote, baião, xaxado e a marcação de quadrilha. Verdadeiro ícone de nossa brasilidade, Gonzaga merece cada frase escrita ou produzida musicalmente em sua reverência.
Fonte: Forró Fest 2012

Com 45 álbuns lançados em 49 anos de carreira, até sua morte em 1989, aos 76 anos de idade, influênciou outros grande nomes da Música Brasileira, como Gonzaguinha (seu filho), Gilberto Gil, Caetano Veloso, Geraldo Vandré, Fagner, Raul Seixas, Dominguinho, Elba Ramalho, Bob Nelson, Marinês e Abdias dos Oito Baixos.

Hoje, qual dos novos músicos serão relembrados em seus aniversários, mesmo depois de mortos? E, melhor: quais serão escola para outros tão talentosos quanto?

Aqui fica a simplória homenagem ao ícone da verdadeira Cultura da nossa terra.




12 de dez de 2012

Hoje - 12/12/12

Por muito pouco não me ligava neste dia tão... cabalístico(?). Realmente, por minha própria conta, não me ligava mesmo, visto a negação que sou para datas e afins, capaz de esquecer até mesmo o dia do próprio aniversário - sério! Tô perdoada, então?

Somente me toquei sobre o dia de hoje ao receber, quase há pouco, o email com o soneto de Manoel Virgílio Cortez, homenageando este dia... cabalístico (?):

Calendário
12/12/12

É doze do mês doze, de ano doze!
Parece tudo igual, como se fosse.
A vida inda não é “la vie en rose”...
É muito mais amarga do que doce.

Os anos vão correndo ao calendário,
Os homens vão sonhando, sempre, mais.
Se vão comemorando aniversários,
Viver eternamente, isto, jamais!

O tempo é que é eterno, finalmente...
E os anos vão correndo, simplesmente,
Até que não possamos mais contá-los.

Não há neste universo calendário!
Dos homens é somente originário,
Até... um meteoro vir findá-lo.

12-12-12 - Doze do doze do doze - Doze de dezembro de dois mil e doze.

Somando os números e reduzindo a 1 dígito, temos:

1+2 - 1+2 - 1+2 = 3 - 3 -3 ou 333 = meio besta!

Sim! Então hoje ainda não será o fim do mundo, porque a besta só meio que chegou. Claro que sei que o final será no próximo dia 21, programado pelos Maias, por ter acabado o espaço para continuar o calendário deles...

Falando sério agora (ou talvez não; depende do ponto de vista). Gosto de Numerologia, Astrologia e Simbologia, embora não leve muita fé nessas coisas - meu lado cético é terrível, chaaato que ele! Mas gosto, pois mostra a incrível capacidade do ser humano de buscar compreenção sobre mundo que o rodeia ou que se oculta, através de formas criadas por ele mesmo (no caso os símbolos) ou no Espaço.

Não é apenas crendice ou uma ciência antiga que não pode ser laboratoriamente comprovada, mas um ciência capaz de conhecer a fundo a própria essência humana. Afinal, para se determinar que arianos, por exemplo, são propensos à independência, À liderança, às explosões de cólera etc, é preciso antes ter se estudado por séculos e séculos as pessoas que nasceram na mesma data (no exemplo, entre 22 de março a 21 de abril), para determinar tal padrão comportamental.

Sim, a Numerologia e a Astrologia são Ciências, embora não seja possível comprovar os resultados com os tubos de ensaio. Não são crendices, porque mostram possuir um conhecimento humano além das ciências que estudam a mente. Sim, elas têm o seu valor - e muito valor!

Bem, isso é papo para muitas postagens e, ainda assim, eu não conseguiria definir muita coisa: primeiro, porque não tenho lá muito conhecimento sobre; segundo, porque o assunto é complexo demais.

De qualquer forma, a postagem foi feita apenas para homenagear este dia, no mínimo, curioso. E programei a publicação da postagem para as 12 horas e 12 minutos. Sabe o que acontecerá? Esta postagem irá ao ar e o mundo continuará o seu percurso :P

A gente aqui comenta na brincadeira, pois da mesma forma que não dá para achar que tudo é só bobagem, também não dá para levar tudo muito a sério. Mas isso é cá aqui cum nóis! Tem gente que leva mesmo muito a sério e são exatamente esses que afirmam aos 4 ventos que tudo é bobagem ou crendice.

O mundo não vai acabar, nem hoje, nem no dia 21 - eis a boa notícia (ou não). Mas há algo que é certeza absoluta: o mundo está mudando!

Historiadores, paleontólogos, antropólogos e demais cientistas, juntamente com esotéricos e religiosos, concordam em ideia de que a Humanidade está passando por uma nova mudança. Não está escrito apenas nas estrelas, nem apenas nas energias e vibrações da Terra. Está escrito também nos acontecimentos do mundo, esses acontecimentos que chegam como tragédias e novos holocaustos, mas também chegam de forma evidente na mudança da condição mental das pessoas (não da maioria, mas de muitas), na elevação das consciências. Todos esses fatores se repetiram ao longo da História da Humanidade e sempre precederam a grandes mudanças. Temos aí a Bíblia para documentar essas mudanças ocorridas em 4 mil anos de documentos registrados nela. Temos aí as rochas e o próprio solo para provar as mudanças físicas. Temos o próprio homem para provar a própria mudança neste últimos 6 mil anos de História.

A antiga concepção de Gaia, em que a Terra é um organismo vivo, vem retornando com força nestes tempos de destruição versus preservação do Meio Ambiente. A Terra não é apenas uma rocha morta pendurada por fios invisíveis no Espaço. Ela é um conjunto de organismos vivos e, como todo e qualquer organismo vivo, sofre modificações constantes.

O que para nós, míseros vivente que chegam ao máximo 120 anos, um período de mil, 5 mil, 10 mil ou mesmo 1 milhão de anos pode ser algo muito longo, quase impensável para seres efêmeros como nós. Mas para um organismo com o de um planeta, que tem bilhões de anos de existência, esse mesmo período equivaleria a 1 mês ou 1 ano para nós.

Sim, estamos em constante modificação e transformação. E tudo é cíclico.

O mundo não vai acabar, embora o mundo acabe todos os dias para bilhões de seres. Mas o mundo mudará em um salto, pois estamos, mais uma vez, chegando ao final de uma estrada e a seguinte fica depois de um barranco.

Por um segundo, a coincidência de “dozes” vai ser maior ainda. Às 12:12:12, a data terá nada menos do que seis repetições do “número cabalístico”. A repetição do mesmo número da data só acontecerá novamente no dia 1º de janeiro de 2101. Ou seja, o calendário só coincidirá em dia, mês e ano daqui a quase 89 anos.
Quem não quiser "esperar" 2101, pode se conformar com outra coincidência daqui a dez anos. No dia 2 de fevereiro de 2022, o calendário estará repleto de números repetidos: o "dois" vai se repetir no dia, mês e ano também. 
Se os mais céticos consideram que esta “útil” informação não significa nada, alguns esotéricos e religiosos pensam justamente o contrário. Com o “temido” 21 de dezembro chegando, há algumas previsões de que o “começo do fim” ocorrerá no dia 12. Para outros grupos, a data pode marcar um recomeço na vida de muitas pessoas. Com vibrações positivas ou negativas, uma coisa é inegável: a data é, no mínimo, curiosa.
Fonte: Portal EBC

Entenda um pouco sobre o que os esotéricos dizem a respeito de 12/12/12 - Magia Zen.

11 de dez de 2012

Referências - Guardião Exu

Ilustração de Chris McGrath.
Ilustração para a série literária Os Arquivos de Dresden, de Jin Butcher (e não tem nada a ver com Exu, mas achei que as imagens de Harry Dresden, feitas por Chris McGrath, são perfeitas para ilustrar o artigo :)

A ideia geral que se tem dos Guardiões do Astral, denominados na Umbanda por Exus, é controversa, polêmica e injusta. Por culpa de irmãos ignorantes - e também, alguns maus - esses Ordenadores, Cumpridores e Feitores da Lei Maior são confundidos com espíritos involuídos, os vulgos demônios e afins.

Quantos anúncios vemos pelas ruas da cidade e nos classificados de jornal que Sr. Zé Pelintra, Sr. Tranca Ruas ou mesmo Sra. Maria Padilha e Sra. Maria Mulambo são meros capatazes de "pais-de-santo" que atuam com baixa magia para vencer e destruir inimigos, separar casais, amarrar homem e outros quesitos indignos e mesquinhos que prometem cumprir em 3, 6, 12 horas, mediante a compra de material para o trabalho? A sordidez de tais "pais-de-santo" é tão desavergonhada que os mesmos, além de estarem usando - e difamando! - os nomes de nobres seareiros do Astral, dizem que faz caridade e não cobram pelo trabalho, apenas pelo material que será empregado!

Pois que, por causa desses inescrupulosos e sórdidos médiuns, que um dia macularam e corromperam tão divina missão, a da Mediunidade, nossos abençoados Guardiões, os Exus, são discriminados e difamados, confundidos com demônios, kiumbas, eguns (as várias denominações para os Espíritos humanos maus e sem Luz), quando, na verdade, Exu é a "polícia do Astral". Exus são espíritos que estão, pelo menos, um nível acima de nós, tão em caminhada à Luz quanto nós, mas que tomaram para si a incumbencia de levar  e fazer prevalecer a Ordem e a Justiça no nosso mundo, em todos os Planos que aqui se compõe, tanto este visível quanto o invisível - e além.

Exu, como eles mesmo dizem, é a Luz nas Trevas!

São Espíritos que se sacrificam em nome do Pai e a favor de nós - sim, NÓS, seus irmãos, muitas vezes ingratos! São Espíritos que adensam a sua matéria sutil e descem a níveis tão grosseiros que até mesmo nós encarnados, seres então adensados, não suportaríamos pela carga tóxica que emana de tais regiões. Umbral é fichinha perto dos lugares que os Exus se metem para desmontar antros de magia negra e resgatar outros irmãos que despertam a Luz em suas consciências, cansados de percorrer a estrada torta. Como o próprio nome diz, Umbral é somente a porta de entrada. Os Guardiões vão a níveis ainda mais profundos, chamados de Sub Crosta, que é o verdadeiro Inferno que a Igreja tem ensinado há séculos. Se já trememos e nos arrepiamos quando sentimos uma pequena descarga de energia perniciosa desferida por um encarnado ou desencarnado que está de pinimba conosco, imagina se nós conseguiríamos suportar a toxicidade e o peso áspero de tais regiões, tão agregadas de maldade e corrupção?!

Pois bem, os Exus conseguem. São eles que vão bater de frente com essa energia densa, negra e ácida. São eles que vem nos socorrer e nos protege, quando invocamos a ajuda de Deus Pai ou Filho. "Exu pode não ser anjo, mas capeta ele não é", como bem diz um de seus inúmeros pontos cantados.
Texto escrito anteriormente no blogue Matéria Astral, sob a alcunha (ou inspiração) de Snake.

8 de dez de 2012

Homenagem - Tereza Kovacs

Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...
Gostava Tanto de Você - Tim Maia

É, o tempo passou, e passou muito.

Viveu, morreu e aqui ainda estamos nós, feito poste de estrada de rodagem ou cavalinho de carrossel. Porque, nós que ficamos, permanecemos estáticos no tempo.

Tereza Kovacs teria completado 67 anos ontem, dia 07 de dezembro, se não tivesse morrido no dia de hoje, 08 de dezembro, no ano de 2007.

Nasceu Filha de Yansã e volveu ao Éter através de Oxum, ascendendo aos Céus pelas mãos imaculadas de Nossa Senhora da Conceição.

Hoje faz 5 anos que minha mãe morreu, vítima das complicações da diabetes. Numa mensagem que recebi dela em um Centro Espírita da Tijuca, há alguns meses, ela dizia estar recuperada, que iria se instruir para prestar serviço nas áreas umbralinas do Astral.

Que seja verdade, que seja real. Devemos acreditar em tudo, inclusive que tudo possa ser mera ilusão, como sempre diz meu tio Tonho, meu pai de criação.

Lamento profundamente por não ter sido melhor para minha mãe. Lamento não ter sido algo que pudesse chegar até ela e lhe dizer: "Foi difícil, mas valeu a pena". Infelizmente, até hoje não consegui chegar a algum lugar que pudesse dizer a ela que o sacrifício que fez por mim não foi em vão, que o seu sacrifício valeu a pena.

Salve, Tereza!
Que esteja sob o amparo de nosso Deus-Pai,
aos cuidados de seus Santos e Mentores.

Caminhou, caminhou,
pela estrada de Jesus.
Caminhou Filhos de Pemba,
terminou a sua cruz!

Estrela do Céu
guiou nosso Pai
e a esse Filho o caminho em que vai

Viva Jesus, nosso Pai Redentor
Que na Santa Cruz seu sangue derramou.
(Ponto cantado para as Almas)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...