1 de nov de 2012

Hoje - Dia de Todos os Santos

“Para que louvar os santos, para que glorificá-los? Para que, enfim, esta solenidade? Que lhes importam as honras terrenas? A eles que, segundo a promessa do Filho, o Pai celeste glorifica? Os santos não precisam de nossas homenagens. Não há dúvida alguma, se veneramos os santos, o interesse é nosso, não deles”.
 Abade São Bernardo

Cada dia do ano tem o seu Santo, aliás, às vezes tem bem mais que um. Não importa a religião ou não-religião de alguém: é algo que já está inserido no cotidiano de todos aqueles que moram deste lado do Hemisfério. A Igreja não começou ontem, ela tem uma história de dois mil anos. Querendo ou não, vivemos nesse meio, tão já imersos nas tradições católicas que muitas vezes, por mais ateu que alguém queira ser, acaba esbarrando em alguma "mania", crendice, superstição, estilo... se é que posso esmiuçar a tradição-imposição desse jeito.
 
Se cada dia tem seu Santo da mesma forma que a cada dia basta o seu mal, o dia 1° de novembro tem todos os Santos católicos do mundo! Hoje é o dia em que os Caras e as Moças (e Senhoras) lá de cima fazem um mutirão de solidariedade para seus (nem tão) fiéis devotos com as petições. Se tem quizumba na tua vida, aproveita que hoje todos estão à disposição! Para que você encontre o Cara, a Moça ou a Senhora certa para resolver o seu problema, acesse a lista de Todos os Santos da (N° Srª de) Wikipédia.
A Igreja Católica é a maior organização religiosa cristã e reúne cerca de 1 bilhão de fiéis espalhados por todo o mundo. O Brasil é considerado o maior país católico do mundo. De acordo com pesquisa divulgada pelo Datafolha, 64% dos brasileiros se declararam fiéis ao catolicismo (fonte - Datafolha 2007).
 O dia de Todos os Santos é uma data comemorativa muito antiga, instituída no século 8 pelo Papa Gregório III. Muito antes disso, já no segundo século da Era Cristã, os primeiros cristãos passaram a orar e fazer homenagens a todos aqueles que morriam em nome de Jesus, estes foram os mártires que se tornaram os primeiros Santos da Igreja. Apenas no início do século 7 que essas homenagens foram regularizadas, quando o Papa Bonifácio IV dedicou o templo Panteão de Agripa, em Roma, à Maria e aos primeiros Santos.

É provável que Gregório tenha usado essa data de 1° de novembro como uma festividade católica dedicada a todos os Santos para abafar com o Festival de Samhain, que ainda não havia perdido sua força, mesmo oito séculos depois da dominação da Igreja. Isso, aliás, foi feito com todos os símbolos, mitos, personalidades não-cristãs. A Igreja Católica não é original; ela é um sincretismo de diversas religiões e tradições pré-cristãs, desde o halo de esplendor que envolve a cabeça dos Santos nas iconografias, que é um símbolo solar, até a indumentária dos sacerdotes que incluí peças dos judeus e egípcios.

Sincretismo e Aculturação foram uma constante na história da Igreja. Uma tradição que sobreviveu até meados de 1980, em Portugal, foi a "Pão-por-Deus". As crianças pequenas, de até 10 anos, no Dia de Todos os Santos, batiam às portas das casas para pedir pães, doces, frutas e outras quitutes. Para ganhar suas oferendas, elas recitavam versos ou cantavam canções populares; quando lhes eram negadas oferendas, as crianças cantavam versinhos praguejando o muquirana. Em algumas aldeias, esse dia até era chamado de "Dia dos Bolinhos". A semelhança com o "trick-or-treat", durante o Halloween, seria mera coincidência?

O Dia de Todos os Santos passa então a ser uma preparação para o posterior, o Dia dos Fiéis Defuntos ou Dia de Finados, como é mais conhecido por aqui. Em lugares que ainda observam as tradições, fogueiras são acesas e vigílias com orações e prossições são feitas, sendo ainda uma reminiscência do antigo Festival de Samhain. 

E aí? Para qual Santo rezarás hoje?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...