31 de out de 2012

Hoje - Dia do Saci

Ilustração de Liberland
Pesquisando sobre Halloween para a postagem anterior, me deparo com uma informação que me era totalmente ignorada: hoje, 31 de outubro, é o Dia do Saci!

Apesar da data já ter sido institucionalizada desde 2003, há 9 anos atrás!, somente agora tomei conhecimento disso. Como assim? Tudo bem que não sou a pessoa mais antenada deste mundo (longe disso, uma vez que falta de ancoramento faz parte da minha personalidade), mas sou o tipo rato de Internet, sempre fuçando aqui e ali para descobrir as coisas, conhecer outras, sem contar que nos últimos três anos venho fazendo algumas pesquisas sobre mitos e lendas do nosso Folclore... e, como ainda não tinha me deparado que 31 de outubro é Dia do Saci?! Aliás, nem sabia que Saci era celebrado!

O Saci-pererê é um Encantado, um ser mitológico do Folclore brasileiro de raízes presumidamente indígenas. A figura do Saci que hoje prevalece foi montada pelos africanos, que deram a sua própria versão à criatura: a de um menino que perdeu a perna numa briga de capoeira.

Em sua essência primordial, o Saci é uma Deidade que possuía todo o conhecimento sobre as ervas e seus poderes de cura no uso em beberagens e remédios. Ele também era tido como o Guardião das matas, a fim de resguardar as plantas sagradas de pessoas curiosas ou que se achavam no direito de coletar as ervas sem pedir-lhe permissão, aplicando a essas pessoas suas traquinagens. Essa face do mito me lembra muito o Orixá Ossain, Deidade africana das folhas e ervas, detentor dos conhecimentos no uso medicinal e guardião das florestas.

Como não há registros iconográficos dos mitos aborígenes, o figura emblemática do Saci-pererê ficou sendo a do garoto negro de uma perna só, fumador de cachimbo, inventada pelos escravos africanos da Região Norte do Brasil, e que ainda recebeu uma contribuição dos colonos portugueses, que foi o gorro vermelho, indumentária emprestada de um Encantado da mitologia europeia, o Trasgo.

A nossa Cultura e o nosso Folclore devem prevalecer sempre, não apenas em datas comemorativas que apenas servem para desencargo de consciência, mas devem - ou deviam - fazer parte do currículo escolar em aulas dedicadas exclusivamente à História Geral do Brasil. Onde encontramos, nas livrarias e bibliotecas, os livros de Luís Câmara Cascudo e Gilberto Freyre que trata das lendas brasileiras? Onde estão os programas culturais nas Casas de Cultura, Bibliotecas e Museus dedicados exclusivamente ao nosso Folclore, com atividades permanentes?

Criar uma data apenas para se opor a uma festividade importada é demagogia. Gerar um patriotismo forçado, criando censuras a quem prefere aquilo que é de outras terras, obrigando a todos ao "politicamente correto", incrimina, marginaliza. Que se tenha a tudo e todos, dando a oportunidade da escolha... a isso sim vale a pena levantar e carregar a bandeira.


2 comentários:

Naty disse...

Olá!!

Descobri ano passado que dia 31 era o dia do Saci. Graças à um twett que li.

Infelizmente, as pessoas estão mais preocupadas com as coisas que se comemora lá fora (o halloween) do que as coisas daqui...

Conheço o Saci por causa de Monteiro Lobato, onde ele aprontava todas!! Kkkk

Até mais

http://naty-land.blogspot.com.br

Pat Kovacs disse...

Oi, Naty!
"Conheci" o Saci no meu tempo de criança, das histórias que meu pessoal me contava (eles são do interior do Paraná, gente da roça, então esses "causos" são mesmo um hábito deles, que está desaparecendo juntamente com essas pessoas e com o fim do ruralismo brasileiro).
Acho que há espaço para tudo e as pessoas têm o direito de escolher o que quer gostar. Halloween ou Saci, para mim todos são muito válidos :)
Bjoxxx!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...