22 de mar de 2016

Hoje, Dia Mundial da Água


Como o professor André Trigueiro comentou em entrevista à Rádio Rio de Janeiro ontem, todo objeto que merece ser homenageado com uma data própria (tipo índio, mulher, meio ambiente etc) é porque está em situação precária e emergencial! Tal qual o grande artista que só vai ser lembrado e valorizado após a morte.

Hoje é o Dia Mundial das Águas e a data está aí não para ser comemorada, mas para servir de alerta do quanto vai mal a situação hídrica no mundo e, futuramente, no Brasil. 

Não apenas o problema da falta de água potável, mas especialmente ao MAU USO da água potável. Somente no Rio de Janeiro, um terço da água potável e já tratada para da população se perde no caminho até chegar às torneiras da casa.

E outro vilão para a qualidade da água que ingerimos é a falta de saneamento básico. Estamos quase na segunda década do Século 21 e ainda há lares que não possuem um banheiro! Existem localidades em que não há a menor infra-estrutura de captação e tratamento de esgoto. E há muito desperdício. A água é um bem precioso e muito caro.

Como se não fosse o suficiente o mau uso da água potável, seu desperdício e a falta de saneamento, que acaba por envenenar o solo e as águas, esse bem indispensável à vida é pilhado por empresas exploradoras, pela poluição desenfreada de rios e águas subterrâneas, pela criação de animais para consumo, pelo desmatamento, pela destruição de mananciais.

A água, sangue da Terra, está doente, envenenada. Está violentada. Está abusada em todas as formas possíveis. A água límpida que sai de nossas torneiras é luxo para a maioria da população do Brasil e do mundo. 

Salve a Mãe Terra. 

Salve o Planeta Água.

 

Um comentário:

Jossi disse...

Pat, não posso deixar de achar louvável sua preocupação com o planeta e o meio ambiente, etc. Embora, no meu entendimento, considero que não vai haver falta de recursos hídricos no planeta tão cedo. Acho que há um alarmismo enorme em torno disso, é como a velha história do 'aquecimento global' que nunca aquece... a não ser em determinadas épocas, tipo centenas de anos.

Me pergunto: Como Israel conseguiu transformar um pedaço de deserto em um país florescente e riquíssimo? Autosuficiente? Com boas técnicas para irrigação, cultivo, etc.

Por que não fazem o mesmo no Nordeste do Brasil? Falta de interesse desse governo - TOTAL FALTA DE INTERESSE. Há inúmeras formas de se chegar à água potável: Poços artesianos, por ex., é uma delas. O Nordeste há muito já teria se tornado uma região fértil se houvesse um tiquinho de investimento em tecnologia por lá...

http://www.geologo.com.br/aguahisteria.asp

Bjo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...