10 de mar de 2016

Testando material de desenho - parte 2

Como prometido, estou aqui de novo para mostrar mais um teste com material de desenho e pintura que estou adquirindo, após o surgimento dessa vibe que me incita em voltar a desenhar, mesmo depois de muitos anos ter abandonado a atividade e ter a certeza de que jamais retornaria a tal coisa!

Pois bem. Minha veia artística está pulsando novamente. Pensei que isso estava morto e enterrado, porque eu havia assassinado sob tortura esse meu karma desenhador. Pelo jeito, ou a coisa ressussitou ou não foi bem morta. Seja como for, ela está aí, pulsando, mostrando-se viva, a ponto de me fazer gastar meu suado Real na compra de materiais diversos - como se eu pudesse fazer esse tipo de luxo!

Então, hoje trago o teste que fiz com as canetas hidrocores de ponta fina, que encontrei na Americanas e paguei a bagatela de R$ 18 por 12 cores! Um estojo desse, da marca tradicional Stabilo, está saindo por mais de R$ 50 e ainda vem com duas cores a menos. Não farei comparação de qualidade e durabilidade, mas espera-se que a de maior valor, seja melhor e mais durável.

O estojo adquirido é da obscura marca School Basics, vem com 12 cores de canetas com pontas ultrafinas (mais ou menos 0,4). Se for essa marca mesmo, nem referências na internet há, pois procurei e nada achei. Mas como o que importa é o material real e palpável, vamos a ele.

Embora a foto não ajude muito, dá para notar um pouco que o visual do corpo das canetas é bem legal, e até dá para passar despercebido de que se trata de um material escolar.

Fiz um rabisco e testei as 12 cores. A ponta é macia, porém firme, a pigmentação é muito boa, permitindo um traço contínuo sem falhar. As cores conseguem se sobressair umas às outras. E com a ajuda de um pincel úmido, é possível também aquarelar a pintura sem perder o traçado original, o que acaba dando impressão de estamparia.

Resumindo, as canetas hidrocores de ponta ultrafina da School Basics são muito satisfatórias na questão custo x benefício. Ainda não é possível determinar a durabilidade, mas a qualidade do material é boa: agradável ao toque, a ponta parece veludo, tem bom preenchimento, não agride o papel, as cores são vivas e a tinta não falha nem com traçados rápidos, sendo possível fazer texturas. Agora só resta saber quanto tempo essa tinta dura, sem secar sozinha ou acabar antes do tempo.

Se você tem vontade de usar hidrocor para fazer arte final em seus desenhos, mas não quer ou não pode arriscar uma de marca mais tradicional (e mais cara), essa da School Basics é bastante satisfatória, cumprindo muito bem a sua função. Lembrando apenas que aqui a intenção é mostrar e testar materiais alternativos aos materiais de desenho e pintura profissionais, que, infelizmente, são carésimos para a maioria de nós, sendo que isso é culpa exclusiva dos altos impostos que pagamos para alimentar a ratolândia brasileira, pois lá fora é muito mais em conta, sem mencionar a qualidade do material, em que até o escolar se equipara a alguns profissionais.

Aqui fica o teste que fiz. Como também prometi da última vez, fiz um teste mais caprichado, apenas para mostrar aqui no blog, rs. Não é lá grandes coisas a minha arte, mas dá para avaliar os traçados e pontilhismos feitos com as canetinhas de ponta fina. A parte que mais gostei foi mesmo a dos pontinhos: as cores ficaram bem ressaltadas, embora tenha usado várias diferentes, umas 6, se bem me lembro (cinza, azul escuro, amarelo, laranja, marrom, verde claro).

Nas asas da fada, acabei passando um pincel umidecido, espalhando a tonalidade para dar o efeito de transparência. Note que não houve borrões, embora houvessem três cores diferentes, inclusive uma bem escura, o azul. Os traçados permaneceram e ainda é possível divisar as cores que ficaram por baixo do aquarelado.


Assim que eu terminar a pintura com o lápis de cor da Staedtler, postarei aqui a minha impressão sobre esse material, ressaltando que fui injusta quando falei que não gostei dele pela qualidade, o que não corresponde à verdade. Na postagem (que ainda não sei se será a próxima), explicarei melhor o que não gostei nesse material.

Até a próxima.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...