10 de jan de 2012

Made in China - O Poeta

Hoje em dia, quando o assunto é sobre a China, o que logo vem a nossa mente?
Bilhares de quinquilharia, muitas vezes inúteis, vendidas em todas as lojas de 1,99 do mundo;
O bizarro paladar chinês, em que comida fresca é comida viva (mesmo!);
O tratamento cruel dispensado a animais, mulheres e crianças (especialmente se estas forem meninas);
Trabalho (quase) escravo, em condições sub-sub-humanas;
Superpopulação, contendo 1/3 de toda população mundial somente lá;
Etc etc etc...
Só coisa ruim, né?
É, mas nem tudo é só inferno. Lá também há o paraíso e certamente em maior escala do que temos por aqui, mas não é isso que vende jornal e instiga aos carrascos de plantão fazer compartilhamentos pelas redes sociais (bem, faço parte do time de carrascos, admito :P).
A China é dona de uma cultura fabulosa, riquíssima e muito muito antiga, com um povo heróico e resistente que faz dele uma das mais antigas civilizações de existência contínua. Sua pré-História data de mais de 1 milhão de anos e sua História de 4 mil a 1,6 mil anos a.C.
Invadiram, foram invadidos. Conquistaram, foram conquistados. Deixaram a sua medicina natural e Confúcio como legados para o mundo e entendem como ninguém o Homem Espiritual, sabendo que a vida não começa e nem termina aqui.
Mas, a respeito de sua História, pode-se ler mais aqui e aqui. AQUI é apenas uma introdução (um tanto metida a besta XD) para os meus "companheiros de literatura", feitos em cerâmica com esmero e vindos de lá... da China! E, não: não quinquilharias que se encontra em lojas de 1,99.

O primeiro que lhe apresento é este: O Poeta. Presente de Natal da Mirian Lucena, ela acabou despertando em mim essa quase doença chamada colecionismo. Apesar de não ser fã de criar coleções, por ser algo honeroso tanto em questão de dinheiro quanto de espaço para se expor e/ou guardar os objetos, sou uma adoradora de imagens (e que Jeová não me incinere por isso, rs!). Imagens/estátuas de santos, animais, pessoas sempre me chamaram a atenção e despertaram a admiração. Felizmente não sou compulsiva e tenho apenas algumas... dezenas delas em casa: gatos, santos, anjos, a maioria está guardada por falta de lugar decente a serem expostas.
A bola da vez vai para os chineses, e O Poeta é o primeiro que lhes apresento, por ter sido ele o primeiro a entrar em minha vida, juntamente com a maravilhosa Gueixa, toda em porcelana branca com delicadas lilazes ornando seus cabelos e sedas.

Num total de  quatro (até o momento ¬ ¬'), virei apresentar cada um deles, para saber quem guarda meus livros tão preciosos quanto eles.

O Poeta
O Escritor
O Filósofo
O Sábio

曰喜怒
曰哀懼
愛恶欲
七情具
匏土革
木石金
絲與竹
乃八音


Tradução:

Sobre a Alegria e a Raiva,
Sobre a Preocupação, o Medo,
O Amor, a Repulsa e o Desejo;
São sete emoções que podemos expressar.
Feitos de cabaça, cerâmica, couro,
Madeira, pedra, metal, corda e bambu;
São esses os oito tipos de instrumentos musicais.

(Crédito ao poema: Blog Poemas Chineses)



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...