5 de jan de 2012

Canto da Cigarra

Como seria um Verão sem o canto da Cigarra?

Assim como o cheirinho de café sendo preparado, acredito que a cantoria estridente da cigarra sempre nos remete a alguma lembrança feliz, por mais vaga que seja que nem sequer aflore à memória, mas que trás algo como uma pequena alegria recolhida em algum canto da mente ou coração.

Alguns mais ranzinzas reclamam do chamado dessa criaturinha, pois é o anúncio de dias muito quentes por vir, mas somente isso. Não trás mau augúrio, como o canto de algumas aves, por exemplo; nem remete à más lembranças, à ocasiões ruins.

O canto da cigarra é a canção típica do Verão. A mim lembra os verões da minha infância, quando minha mãe me acordava ainda de madrugada para irmos à praia e lá passávamos o dia todo, só retornando à noite para casa. E sempre que ouço uma cigarra, logo me lembro das enormes amendoeiras da praia que nós íamos, do céu muito azul, do vento forte e muito fresco, do cheiro de marisia, do dia que amanhecia já com esse clima festivo. E é para essas lembranças que me refugio, quando as coisas aqui no presente ficam insustentáveis.

O tempo passou. Muita coisa mudou, se acabou, morreu. Mas ainda permanecem as cigarras e suas canções de Verão, mostrando que, às vezes, as boas coisas permanecem por muito mais tempo. E espero que elas ainda cantem muito mais, por infinitos verões.

2 comentários:

May disse...

O canto da cigarra também lembra a minha infancia, já que quando a garotada subia na arvore , sempre tinha uma cigarra cantando e fazendo xixi na gente rs.
Que bom que vc esta de volta a este blog! Eu, diferente de vc nunca fiz um blog e morro de preguiça pra fazer um. Mas voce sempre com essa mente fervilhante , não para nunca!!! eu quase nunca faço comentarios , mas adoro ler o seus blogs, enfim, eu não sou a seguidora mais ativa da net rs. Bjs

Pat Kovacs disse...

A cigarra tem mesmo cara de infância, de verão, de tempos bons. É uma felicidade que a gente tenha crescido e elas ainda existam!

May, para o trabalho que vc executa, um blog lhe seria profissionalmente muito útil, onde vc exporia fotos e releases de seus restauros. Pense nisso. Não seria apenas um "diário de lembranças", mas algo que poderia lhe abrir ainda mais portas.

Agora, quanto a essa sua resistência à internet, emails e blogs, espero que sirva para vc entender a minha resistência ao telefone, kkkk!

Bjos e obrigada por vir aqui ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...