19 de out de 2012

FIM de Semana do Livro no Porto - RJ

Mais um Final de Semana Cultural no Rio de Janeiro nos faz pensar que a Cidade quer mesmo entrar nos circuitos culturais e artísticos tão comuns às maiores Capitais do mundo. Embora muito ainda precisa ser feito e a coisa por aqui apenas germina, é legal ver como os artistas e intelectuais daqui têm se movimentado para conseguir promover tais eventos, aproveitando a boa fase que é esta, a que antecede os dois maiores eventos esportivos do mundo, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Apesar das críticas e censuras aos faustuosos gastos que estão sendo despejados no preparo do Rio para tais eventos esportivos, não há como negar que há melhorias sendo feitas, como a revitalização da área portuária, que será transformada em pólo cultural da Cidade (e como já está sendo feito, mesmo com muito ainda a ficar pronto); melhorias nos acessos e estradas; revitalizações de diversas áreas degradadas; o Favela-Bairro e suas UPPs levando melhores condições para o povo das Comunidades e áreas vizinhas, entre muitas outras. É verdade que há ressalvas e muitos motivos de protestos, como a destruição da flora urbana com tantas derrubadas de árvores antigas e a urbanização das últimas áreas rurais, como é o caso da região de Guaratiba, e os bilhões que estão e ainda serão gastos com estádios e outras infraestruturas que talvez não tenham mais nenhuma utilidade após a Copa e as Olimpíadas, além da lamúria básica contra a saúde, educação e social.

Apesar dos pesares, não dá mesmo para negar que está sendo uma ótima época de oportunidades para, finalmente, se fixar o Rio de Janeiro como uma grande Cidade que tem muito além de oferecer do que bundas expostas ao sol em Copacabana. Talvez tenha chegado a hora da "elevação espiritual" da Cidade, em que ela deixará de ser meramente Corpo para se tornar e deixar bem claro que também tem Cérebro, Alma e Coração. Portanto, a hora é essa mesmo, agora, para começar a criar aqui eventos ligados à Arte e à Cultura, eventos que, a princípio, serão esporádicos, até que isso se torne algo tão comum e básico que ambos, Arte & Cultura, sejam agregados ao cotidiano da Cidade e dos Cidadãos, melhorando a qualidade de vida de todos ao melhorar a qualidade daquilo que ocupa a Mente e o Coração das pessoas, considerando o pressuposto de que o Mundo Exterior é apenas um reflexo do Mundo Interior.

Depois da minha "Explanação Achista", vamos ao que realmente interessa:
FIM DE SEMANA DO LIVRO NO PORTO - é um evento literário que ocorrerá em apenas dois dias, neste sábado e domingo, dias 20 e 21, no novo circuito cultural do Rio, o Morro da Conceição, na Praça Mauá, área portuária que está sendo revitalizada exatamente para esses fins.
O FIM {Fim de Semana do Livro no Porto} é uma festa do livro no Morro da Conceição, na região portuária do Rio, que incentivará a leitura em todos os formatos disponíveis e compartilhará, em sua primeira edição, nossa riqueza cultural, literária e histórica. Nos basearemos na tríade: livros, digital e a cidade, conversando sobre o passado e o futuro dos livros e do Rio de Janeiro. Fonte: http://blog.fimdolivro.com.br/
Quem quiser apreciar o evento, contará com o passeio pelo Morro da Conceição, uma parceria com o Projeto Mauá e Rio de Ruas, que promoverá visitas guiadas gratuitamente pelos ateliês que integram a região, algo como foi no Art Rio e aos moldes do Santa Teresa de Portas Abertas. O Morro da Conceição também tem o seu "Portas Abertas", mas este será em novembro.

A abertura do evento é hoje, dia 19, às 19 horas, com o lançamento do livro "Porto do Rio do Início ao Fim", uma antologia com contos cujos cenários históricos e culturais se passam pela região portuária do Rio. O lançamento será no Imaculada Bar e Galeria, na Ladeira João Homem, 7, no Morro da Conceição.

O Fim é no morro da Conceição, no porto do Rio, e este é um registro que celebra esta região, rica em história e memória, material e imaterial. Para que este livro chegasse aos seus olhos, a seguinte pergunta foi feita para dez escritores: “Que lugar escolheríam na região portuária para ser cenário de um conto?” E as respostas literárias foram: {Porto} Japonês Anastácio do Bahia do porto, Vinicius Jatobá; {Santo Cristo} Sabido, Sabidinho, Flávio Corrêa de Mello; {Morro do Pinto} Morro do que sinto, Leandro Jardim; {Gamboa} Marcela amou-me por dois contos reais, Julio Silveira; {Praça da Harmonia} Comuna da Harmonia, Zeh Gustavo; {Morro da Providência} Fora d’água, Mariel Reis; {Cais do Valongo} Meu velho feiticeiro, Ramon Mello; {Pedra do Sal} Meia-noite na pedra, Marco Simas; {Morro da Conceição} Procissão, Raphael Vidal e {Praça Mauá} Dezembros, Marcelo Moutinho.
Não temos mais somente um sonho. Agora que este livro e o "Fim de semana do livro no porto" já se tornaram reais, palpáveis e vívidos, muitos outros sonhos estão por vir. Você é um deles. E é muito fácil se tornar real para todos nós: basta começar virando a primeira página deste livro.

Toda a venda do livro será revertida para a manutenção da CASA DE CULTURA DO PORTO, no morro da Conceição.

Veja o evento no Facebook.
Fonte: http://blog.fimdolivro.com.br/

2 comentários:

camila disse...

Muito legal o evento, gostaria de ir ^^
Saudades de vc!!
E só por causa disse vou começar a ler seu e-book ^^

bjss
http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

Pat Kovacs disse...

Oi, Milla!
A vida aqui fora veio com uma agitação meio perturbadora, então aqui dentro acabei me focando mais nas postagens do blog - o que tem ocupado o meu tempo até mesmo para fazer revisões de textos.
Faz tempo que não te visito, é verdade... sorry!
Bjão!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...